Pensando Bem: Tázia Araujo, entre dito e não dito, parabéns.

Bom, deixou o poder “Executivo” sem graça e sem nenhum poder de reação, foi simplesmente uma “pedrada” em meio a tantas promessas feitas na ocasião em prol de projetos sociais.

Por Ronaldo Josino 02/02/2017 - 21:49 hs

No ultimo encontro de lideranças políticas realizado em Grossos, o destaque não foi apenas a vereadora Clorisa Linhares que com muita dedicação, comprometimento e boa vontade, vem demonstrando que diante de ações populares e de cidadania vai fazer diferente, inclusive superando o próprio poder executivo quando já diante mão e diante de muitas testemunhas definiu um maestro para a Banda de Música, coisa que foi por falta desse que a banda foi extinta a três anos atrás, em fim, depois da Vereadora o destaque foi mesmo a jovem habilidosa Tázia Araujo, não por ter deixado o poder executivo do município com as “calças na mão”, mas pela coragem e desembaraço de assim fazer.

Logo após a fala do prefeito - que diante de todos e sem perca de tempo divulgou total apoio e contribuição com os projetos de cidadania voltados para crianças e jovens (veja aqui) – Tázia, a presidenta da Associação “Realizando Sonhos”,  simplesmente diante de todos e de tudo citou que o Estado José Nogueira Dantas estava fechado a um mês para reformas e até aquele presente momento não iniciara nenhuma reforma e enquanto isso os alunos da Escolinha Rede 10 estavam sem lugar para treinar. A fala de Tázia foi como uma flecha certeira e contraditória a todo o discurso do prefeito.

Bom, deixou o poder “Executivo” sem graça e sem nenhum poder de reação, foi simplesmente uma “pedrada” em meio a tantas promessas feitas na ocasião em prol de projetos sociais.

Mas enfim, o caso é aqui lembrado não por ter deixado o prefeito sem graça, mas sim pela ousadia da então jovem Tázia de ter sido simplesmente verdadeira e sem puxa-saquismo.

Talvez o prefeito nem soubesse o que estava realmente acontecendo no Estádio de futebol, mas daí um babão chegar e dizer isso, está fora de cogitação e é justamente por isso que as coisas não acontecem e quando acontecem não são legítimas, sempre fica faltando algo, pois são feitas de “supetão” e sem planejamento.

Por outro lado, Tázia Araújo mostrou a certos oposicionistas como se comportar diante de injustiças. Digo isto por que alguns “oposicionistas” ficam camuflados, acomodados, emudecidos durante 3 anos e meio e aí num piscar de mágica nas eleições aparecem "fortes", cheios de "marras", muito falante em defesa do povo se dizendo oposição e por fim tentam parecer o salvador da pátria.

Para encerrar deixo aqui um recado ao prefeito e um alerta a esse tipo de oposicionista, ao prefeito eu digo; ouça mais o povo do que os babões que você só tem a ganhar, para aquele tipo de oposicionista um alerta, os ventos estão mudando, não percebem!?

Então parabéns Tázia por ter sido verdadeira, dito não ao puxa-saquismo e realizado oposição séria e sem demagogia.