Aparentes surpresas eleitorais em Grossos.

A terceira Surpresa ficou com o candidato a Governo Carlos Eduardo. Sem ter seu nome em momento algum defendido nas “esquinas” – Já que nos palanques ninguém defendeu nome algum - e sem ver nenhuma bandeira nas ruas ainda conseguiu mais de 1000 votos.

Por Ronaldo Costa Josino 09/10/2018 - 10:49 hs

Alguns nomes surpreenderam nas apurações eleitorais em Grossos. Para Deputado Estadual a surpresa veio com Allyson Bezerra que ficou em 4º lugar, um dos principais defensores foi o jovem Johnathas, filho do ex-candidato a prefeito de Grossos “irmão” Cesário. Será que está nascendo aí uma nova força política?

A segunda surpresa ficou com os vereadores Bruno Gomes e Damião Aquino que trabalharam para o Deputado Federal Fábio Faria. Mesmo com um nome “pesado”, ainda conseguiram ficar em 2º lugar em Grossos com quase 500 votos, abaixo somente do candidato do prefeito João Maia.

A terceira Surpresa ficou com o candidato a Governo Carlos Eduardo. Sem ter seu nome em momento algum defendido nas “esquinas” – Já que nos palanques ninguém defendeu nome algum - e sem ver nenhuma bandeira nas ruas ainda conseguiu mais de 1000 votos.

Isso mostra que se algum grupo político for para as ruas pedir voto para Carlos Eduardo a disputa no 2º Turno entre ele e Fátima Bezerra deverá se acirrar.

Outra surpresa foi a candidata eleita pelo PT Izolda. Sem maiores alardes, participando apenas da movimentação “Ele Não” realizada no sábado (06), conseguiu mais de 100 votos. Na controvérsia, a candidata também apoiada por um grupo Larissa Rosado tirou bem abaixo daquilo que se esperava, apenas 125 votos. Um número pífio para o que ela já representou em Grossos e acabou ficando em 5º lugar em Grossos e não se reelegendo.

E por fim foi o 3º lugar do presidenciável Bolsonaro. Acreditava-se que este ficasse em primeiro ou no máximo em 2º depois, principalmente da carreata. Mas não foi isso que aconteceu. O candidato de Lula teve quase o dobro dos votos de Bolsonaro. Agora é aguardar o 2º Turno e ver o que acontece.

Em Grossos os votos Brancos e Nulos para governo chegaram quase a 1900.  (Brancos: 501 votos e 1.377 votos nulos), agora com o “encolhimento” da lista de candidatos que resumirá a apenas quatro nomes e apenas dois votos, esse número deve cair muito, pelo menos os nulos.