Crônica Esportiva: Nem Robertinho, nem Marcelinho. Deu Parazinho, Nielzinho, Neguinho e Herikzão.

Os irmãos “copinha”, Robertinho, Marcelinho e o próprio Charlinho até que tentaram, mas não adiantou, Pernambuquinho fez 2 e já nos acréscimo, o Flamengo descontou 1.

Por Ronaldo Costa Josino 02/12/2018 - 02:21 hs

Uma final inédita, Vasco x Pernambuquinho. Ambas as equipes nunca foram campeões do campeonato municipal de futebol de Grossos.

1º Jogo: Flamengo 1 x 2 Pernambuquinho.

O Flamengo que esta noite jogou com o seu terno tradicional e não com o do Palmeiras, que vinha jogando, apesar de bem “cheinho” se deu mal. Robertinho, Marcelinho, Damiãozinho, Cosminho, Micaelzinho e o próprio Charlinho não assustaram a equipe de Pernambuquinho – tanto inho - que tinha um tal de Pará que quando pegava a bola levava a defesa do Flamengo a um verdadeiro desespero.

- Marca o home, pega o home, bloqueia o home. Diziam.

Nada disso adiantou, pela direita ou pela esquerda lá ia Pará correndo todo desajeitado que mais parecia uma avestruz. Era um “deus nos acuda”. Pará foi eleito o melhor jogador da noite. Não só pela sua rapidez feito avestruz, mas pelas jogadas compartilhadas com Niel que foi outro grande batalhador no ataque, inclusive fazendo um dos gols.

Os irmãos “copinha”, Robertinho, Marcelinho e o próprio Charlinho até que tentaram, mas não adiantou, Pernambuquinho fez 2 e já nos acréscimo, o Flamengo descontou 1.

Final Flamengo eliminado 1, Pernambuquinho classificado 2.

Lembrar que o Pernambuquinho entrou em campo homenageando Talyson Caio. A equipe de Pernambuquinho também agradece ao Advogado Mário Jacome pela doação de dois ternos. Um destes será inaugurado na decisão.

2º Jogo: Vasco 1 x 1 Atlético Córrego. A decisão foi para as penalidades (Ver vídeo).

Parece até uma réplica entre o jogo Vasco 1 x 1 Íbis.

O Atlético Córrego também saiu na frente fazendo 1 x 0. O Vasco sem mais nada a perder,  avançou o time buscando o empate.

Aos 22 minutos do 2º tempo veio o apagão que durou + ou – uns 15 minutos. Restabelecidas a iluminação, o Vasco colocou Neguinho, o mesmo que empatou contra o Íbis.

Um torcedor foi logo dizendo: Quer bem dizer que Neguinho vai empatar de novo? Quer nada não!

Mal o torcedor fechou a boca, Neguinho se misturou com a negrada e empatou novamente, pense na coincidência!

Com o fim do jogo a decisão foi para as penalidades.

Nas penalidades quem “cresceu” foi goleiro do Vasco que fez uma defesaça.( ver vídeo)

No próximo domingo, a partir das 19 hs iremos conhecer um campeão inédito, Vasco ou Pernambuquinho.

Você não pode perder: Cidade x Zona Rural. O Sheik contra o Pescador. O bonitão contra o, . . .  deixa pra lá. Em fim, esperamos que seja um “grande” jogo.

O Estádio José Nogueira Dantas recebeu o maior público desse campeonato.

Para ver fotos clique aqui: Diário de Grossos.