Em protesto, policiais fazem “enterro” da Polícia Civil no RN

Protesto foi promovido durante cerimônia para celebrar os 38 anos da instituição no Rio Grande do Norte, evento que contou com a presença da governadora Fátima Bezerra

Por Ronaldo Costa Josino 26/10/2019 - 10:34 hs

Um grupo de policiais promoveu protesto na manhã desta sexta-feira durante a solenidade de celebração pelos 38 anos da Polícia Civil no RN. Durante a manifestação, os agentes e escrivães fizeram o enterro simbólico da instituição.

A reclamação diz respeito à discussão do projeto para reestruturar a carreira da categoria. De acordo com os policiais, uma das alterações propostas pode acarretar redução salarial dos agentes e escrivães.

A cerimônia pelos 38 anos da instituição contou com a presença do MPRN contou com a presença da governadora Fátima Bezerra (PT). Que chegou a ser vaiada pelos manifestantes. Ela considerou o protesto legítimo.

“O processo de negociação está em curso e, se Deus quiser, por meio do diálogo, vamos chegar a um entendimento”, disse. Na tarde desta sexta-feira foi marcada nova reunião para discutir o assunto. O governo nega que haja redução salarial prevista.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Nilton Arruda, disse que o objetivo do protesto é expor a situação da categoria. “A Polícia Civil vem trabalhando bastante, batendo recorde de prisão e apreensão de armas e drogas, mas infelizmente, o governo veio com uma proposta de redução salarial”, disse.

OP9