É trágico se não fosse cômico: Fim do Lockdown em Grossos, alguma declaração?

Por Ronaldo Costa Josino 02/07/2020 - 16:21 hs

Como diz os grossenses lá das minhas “bandas”; é de pasmar.

Hoje 02/07, um dia depois do fim do Lockdown em Grossos o Diário de Grossos não encontrou nada, absolutamente nada referente a retomada de atividades pós Lockdown no município.

Realmente é de pasmar.

Nas páginas sociais de comunicação oficial da prefeitura de Grossos nada de nota, nenhuma entrelinha, nada de crítica ou agradecimento a população, nada, absolutamente nada.

Como dizem; Grossos é Grossos.

Em outros municípios, assim como se prepararam para o Lockdown com mensagens, dicas, orientações e pedindo apoio, do mesmo modo fizeram ao concluir o Lockdown. Principalmente no quesito de liberar as atividades por fases ou liberando tudo e mantendo o isolamento de 1,5 m de distância por exemplo, além de pedir para continuarem usando máscaras, etc. Mas aqui em Grossos foi em silêncio. Ninguém disse nada, foi como cada um por si e Deus por todos.

Hoje alguns comerciantes perguntavam: Podemos abrir agora?

Mas a maior falta é o agradecimento. No inicio do Lockdown o prefeito foi na página do facebook da prefeitura e ao vivo pediu o apoio da população. Será que não seria a hora de agradecer esse apoio da mesma forma como pediu?

Caso queira, o programa A SEMANA está a disposição. Detalhe: Não paga nada.

Ah, ia esquecendo. A frase: É trágico se não fosse cômico está invertida de propósito.

E por falar em trágico e cômico, que tal nos seguir no instagram: @diariodegrossos.

Veja a baixo como se encontravam hoje as páginas sociais usadas para transmitir informação.