FPM: 37 cidades do RN tem 1ª parcela zerada; Não foi o caso de Grossos, Tibau e Areia Branca.

A falta do repasse compromete a realização de pagamentos e o equilíbrio financeiro programado pelas Prefeituras Municipais, segundo avaliação da FEMURN. CONFIRA a lista.

Por Ronaldo Costa Josino 10/08/2020 - 13:07 hs

O mês de agosto começa com uma queda de 25,62% na primeira cota do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Além disso, o repasse feito pelo Tesouro Nacional nesta segunda-feira, (10), foi zerado para 37 municípios do Rio Grande do Norte, o que agrava a crise financeira das gestões nestas cidades (confira a lista no final da matéria).

A falta do repasse compromete a realização de pagamentos e o equilíbrio financeiro programado pelas Prefeituras Municipais. A avaliação é do presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) e prefeito de São Paulo do Potengi, José Leonardo Cassimiro de Araújo, o Naldinho.

Segundo ele, o repasse zerado ocorre por causa da gravidade da crise financeira que os municípios enfrentam: “Em termos de repasses, o segundo semestre de cada ano é sempre mais difícil que o primeiro, e agora, além da queda nos valores repassados pelo Tesouro Nacional, parte das prefeituras vai ter que lidar com o saldo zero do FPM. No atual período da pandemia, a situação fica ainda mais complicada”, lamentou.

Diversos municípios têm como principal fonte de recursos o FPM, que é dividido em três cotas mensais, repassadas pelo Tesouro Nacional nos dias 10, 20 e 30. (texto - Agora RN)

Confira a seguir a lista dos municípios com repasse do FPM zerado na primeira cota de agosto:

  • Afonso Bezerra
  • Antônio Martins
  • Arez
  • Baraúna
  • Bento Fernandes
  • Boa Saúde
  • Brejinho
  • Caiçara do Norte
  • Caicó
  • Carnaubais
  • Galinhos
  • Gov. Dix-Sept Rosado
  • Guamaré
  • Ielmo Marinho
  • Ipanguaçu
  • Jandaíra
  • Japi
  • João Câmara
  • Lagoa D’anta
  • Mossoró
  • Pedro Velho
  • Pendências
  • Pureza
  • Rafael Godeiro
  • Riacho de Santana
  • Rio do Fogo
  • Santana do Matos
  • São Bento do Norte
  • São José do Campestre
  • São Miguel do Gostoso
  • São Miguel
  • São Pedro
  • São Rafael
  • Tibau do Sul
  • Touros
  • Umarizal
  • Vila Flor

No caso de Grossos a 1ª parcela foi de R$ 422.410,25. De Areia Branca foi de R$ R$ 739.217,94 e de Tibau foi de R$ 316.807,69 .

Siga-nos pelo Instagram: @diariodegrossos.