Dualidade dos papeis da mulher na sociedade

Sendo assim, mesmo com alguns contratempos persistentes, a presença da mulher se tornou essencial no espaço trabalhista

Por Ronaldo Costa Josino 14/08/2020 - 19:10 hs

 

Com todas as dificuldades do passado que fez parte do processo da busca pela igualdade e justiça social, observamos atualmente a presença da mulher é cada vez mais frequente no campo de mercado de trabalho. Prova disso é o total de 51% nas estimativas feitas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) relacionado aos espaços no ambiente de trabalho e doméstico. E assim, ocupando um lugar na sociedade, a mulher ainda enfrenta dificuldades, mesmo com tantas mudanças, ainda é papel da mulher as atribuições domesticas e familiares.

Trazendo à tona o processo marcante que foi a revolução industrial, na metade do século XVIII, com a grande necessidade de mão de obra, foi o grande momento favorecedor para as mulheres, que foram atribuídas ao trabalho, contudo não significava igualdade e aceitação de gênero naquele espaço. Principalmente quando colidia de frente com sistema social patriarcal, ou seja, machista, que ainda presenciamos, que era mantido fortemente na época. Apesar de tudo, esse processo vagaroso e decisivo foi importante para a conquista transformadora trabalhista dentro da sociedade para os dias de hoje.

Sendo assim, mesmo com alguns contratempos persistentes, a presença da mulher se tornou essencial no espaço trabalhista, juntamente com a combinação das habilidades de equilíbrio de funções e multitarefas, as mulheres se tornam fundamentais nesse ambiente, e assim as empresas tem mais vantagens para as contratarem, ao passo que exercem seu trabalho com excelência e são capazes de exercer as rápidas demandas. Com base nessa abrangência dos fatos, destaca-se a luta constante e árdua que as mulheres exercem para destacar sua competência e qualidades, aspectos esses que são necessários para as mudanças e inovações trabalhistas da atualidade, e também como o próprio reconhecimento social como parte de um todo.

Apesar do recente sucesso de destacar a figura da mulher como contribuinte da sua sociedade, as mulheres enfrentam diariamente problemas, que dificultam e ameaçam sua permanência no emprego. E isso se deve, ao fato de equilibrar as tarefas domesticas, e muitas vezes, combinadas com a família e o trabalho, e ainda por cima sua vida social, pressionam grandemente suas chances em busca de sucesso e realização. E os fatos que comprovam isso são as pesquisas, que mostram que as mulheres se dedicam 18 horas por semana para as tarefas domesticas, e cuidados da família, mais do que os homens.

Portanto apesar dos desafios, e dificuldades que o processo foi e é, as mulheres tem lutado com fervor para manter suas obrigações sobre controle, além de realizar um bom trabalho no emprego. E com isso gerar novas oportunidades e exaltar ainda mais seus potenciais. Com isso é necessário destacar exemplos que relacionam o papel da mulher nessa sociedade, e  como suas habilidades são importantes e necessárias, e não restringir apenas em limpar e cuidar, mas aos aspetos de foco e organização, características que contribuem com a conquista de resultados, não apenas para o sucesso das empresas, porem como uma contribuinte fundamental para sua sociedade.

Por Milena Leal.

 Curta e singa nossa página no Instagram:@diariodegrossos