Bahia, Biel e Montila, lembram desses atletas grossenses?

Por Ronaldo Costa Josino 16/09/2020 - 23:37 hs

Não lembro de um jogador aqui no município de Grossos que gostava mais de driblar o adversário que o José Maria de Oliveira, isto é, o Bahia. Ele fazia questão de colocar a bola por dentro das pernas dos adversários. No entanto, Bahia tinha um defeito, ao driblar o adversário – o que era normal – ele ria do adversário e além do drible por “debaixo” das pernas já ser humilhante, algumas vezes ele ainda voltava com a bola para driblar novamente. Cá pra nós, um dia isso custou caro. Mas isso é outra história.

O incontestável é que Bahia era um daqueles jogadores que todo mundo o queria na sua equipe. De “pés descalço” Jogava muuuuuuuito. Eu particularmente era um de seus fãs. Hoje Bahia tem 59 anos e alguns anos atrás, parou de jogar devido problemas nos joelhos.

Já o João Batista de Oliveira, o Montila, provavelmente devido a altura se dedicou a goleiro e diga-se de passagem, um bom goleiro. Como ele era carrancudo e fazia cara de bravo, impunha logo medo aos atacantes. Montila se encontra com 53 anos.

Enquanto isso Oziel Gonçalves de Oliveira - o Biel de 47 anos - gostava de jogar no meio campo. Seja como volante ou meio campista, ele fazia daquela zona um porto seguro para sua equipe. No entanto, alguns anos atrás o encontrei apitando jogo. Será que virou árbitro?

Os três são filhos de Maria, conhecida pelos grossenses como Maria Chicota e foram morar em Mossoró no ano de 1993. Inclusive na década de 90 minha residência era em frente a deles.

Nesta quarta-feira (16) tive o grande prazer de os reencontrar aqui em Grossos e claro, não podia deixar de registrar, ainda mais quando fazia pelo menos 23 anos que não via Bahia.

Nas imagens abaixo cedidas por Jairo Araújo, vemos Montila e Biel. O Bahia é difícil.