Bastidores: Quem será o novo presidente da Câmara Municipal de Grossos?

Por Ronaldo Costa Josino 20/11/2020 - 11:26 hs

Entre o que é real e especulações, uma coisa é fato, a presidência da Câmara para o exercício do biênio 2021 a 2022 depende mais da própria prefeita eleita do que dos próprios vereadores.

Nesse ponto temos dois nomes que podem dar um rumo real a nova presidência. Dr. Dauster, parente da prefeita eleita Cinthia Sonale e Fabyellyson do Córrego, eleito apoiado pelo prefeito de Tibau Naldinho e também apoiador da prefeita eleita.

Correndo pelas “beradas” o nome que pode também se propor a presidência da Casa do Povo é o de Alexandre Santos, já que este tem vasta experiência de Câmara por já ter exercido o mandato em outros momentos e apoiado a candidata vencedora no ultimo pleito. No entanto nesse caso precisa-se saber se antes ou durante a campanha tenha-se firmado algum tipo de acordo nesse sentido entre os “Santos” e a prefeita Cinthia.

Se não, os nomes mais fortes a presidência serão Dauster ou Fabyellyson.

Por outro lado os vereadores eleitos das outras coligações - 06 no total – até poderiam eleger um entre eles à presidente da Câmara, mas acredito que neste caso falta uma liderança que seja unânime e chame pra si o “carimbo” de oposicionista.

Devido a essa carência, a turma dos 06 perdem força para impor uma chapa e sair vencedora. Talvez o atual presidente reeleito, o senhor Francisco Richalyton possa ventilar essa ideia. No entanto essa ideia só é válida se a prefeita eleita Cinthia Sonale ou mesmo o prefeito de Tibau se abster à participar dessa disputa, o que para o Diário é o menos provável.

Sendo assim e no sentido de especulação, a presidência deve ficar com Fabyellyson, Dauster ou Alexandre. Tudo vai depender do descrito a cima.

 Aproveite e nos siga pelo instagram:@diariodegrossos